terça-feira, 16 de agosto de 2011

Filmes de Pais

Com alguns dias de atraso por conta da nossa trecentésima postagem...

Uma pequena homenagem aos pais estampado nesses 4 filmes indicados. São filmes que tem pais como centro das atenções do filme. Uma pequena homenagem da 7ª arte aos patronos das famílias, principalmente ao Carlão, o único pai sessônico.

Mil Anos de Oração

Yilan (Feihong Yu) e Sr. Chi (Steve O.)

Estados Unidos e China se encontram nesse belo filme. É o encontro do Sr. Chi e de sua filha Yilan. Ela vive na America e após um final de casamento vê seu pai preocupado ir ao novo mundo para cuidar de sua cria. Apesar da boa intenção, a harmonia não existe. Yilan vive uma fase difícil e seu pai com um pensamento muito tradicional apenas piorar o relacionamento e a sua liberdade. Aos poucos e forçando seu inglês ruim, o Sr. Chi começa a se relacionar com os vizinhos, contando suas histórias e após muitos conselhos, começa a ouvir e conversar com sua pequena. Essa aproximação é dura, complexa, mas mostra como, apesar da distância, o amor paterno nunca morrerá. Lindo filme com uma atuação memorável de Steve O na pele de Sr. Chi. Uma vez pai, sempre pai.

Desafio no Bronx
Lorenzo (Robert De Niro) e Calogero (Francis Capra)
Filmes sobre gangues sempre agradam pais, mas “Desafio no Bronx” é uma lição sobre como cuidar e educar um filho. O bairro do Bronx nos anos 70 era dominado pela comunidade italiana, mas já havia uma mutação para ser o bairro negro que é conhecido hoje. E nesse painel é que o pequeno Calogero vive. Seu pai, Lorenzo, é motorista de ônibus e uma espécie de protetor do menino - uma laranja boa no meio da cesta de frutas. Mas é muito difícil segurar Calogero, que vê no gangster Sonny um ideal de vida. Só com muitas lições, personalidade e carinho do pai para conseguir seguir uma vida baseado nos princípios éticos. Robert De Niro dirige e atua nesse conto sobre a educação de um filho para a vida na sociedade moderna.


Person


Luis Sérgio e Marina Person
Documentário sobre a vida e carreira de um dos maiores nomes da história do cinema nacional vem carregado de depoimentos, imagens de seus principais filmes e histórias de família. Mas ele toma forma de diário quando sabemos que a diretora do filme é a filha de Luis Sérgio Person é Marina Person. L.S. Person faleceu aos 39 anos, deixou filmes históricos como “São Paulo S/A” e “O Caso dos Irmãos Naves”, além da mulher e duas filhas pequenas. Aos olhos de Marina temos um retrato terno e carinhoso de um pai que pouco conheceu em vida, mas com ajuda de videos, fotos e amigos passa a conhecê-lo nas suas intimidades. Lindo retrato de Marina, abrindo sua intimidade em um documentário de um gênio do nosso cinema.

As Invasões Bárbaras



Um filme de despedida. Rémy viveu uma vida cheia de amores e ideologias, porém uma doença terminal o faz ver o fim cada vez mais próximo. Seu filho vai de Londres para o Canadá para organizar uma despedida honrosa, apesar das rusgas não solucionadas entre os dois. Mas com a proximidade da morte, a sensibilidade é aflorada em busca de um fim ideal. Opiniões e certezas sobre antiamericanismo, Holocausto e drogas permanecem no ideal revolucionário de Rémy. Amigos, antigos amores e alunos são convocados para um último adeus não convencional. Mas nenhuma despedida é mais emocionante que a dos filhos. Um filme excelente, cheio de referências ideológicas e que ensina e emociona a todos.

Lembranças desmemoriadas: "O Poderoso Chefão", "O Paizão", "Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas", "Procurando Nemo", "A Procura da Felicidade", "Uma Babá Quase Perfeita" e "Minhas Mães e Meu Pai". Quais outros filmes com pais memoráveis tem por aí? Comente!

Parte desta matéria foi veiculada na Revista City Penha, edição 51, de agosto de 2011

Vitor Stefano
Sessões

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...