quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Rebobine, Por Favor

Nome original: Be Kind Rewind
Diretor: Michel Gondry
Ano: 2007
País: EUA
Elenco: Jack Black, Mos Def , Melonie Diaz, Mia Farrow e Danny Glover
Sem Prêmios.
Rebobine, Por Favor (2008) on IMDb


O que você faria se você fosse o dono de uma locadora de filmes e todos os seus filmes sumissem. Não, não foram roubados, as imagens e sons dos VHS foram corrompidos com a força da magnetização no corpo de um amigo seu. Porque não suecar filmes e salvar o prédio onde você cresceu e um famoso jazzista nasceu da demolição. Quem seria o louco de imaginar um roteiro assim? Só poderia ser o realizador de filmes maravilhosos roteirizados por Charlie Kaufman como ‘A Natureza Quase Humana’ e ‘Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças’: o francês Michel Gondry. Mas não espere uma comédia para gargalhar sem motivos. Você naturalmente ficará com o sorriso no rosto.

Quem já viu o filme e leu acima que a salvação seria suecar os filmes, certamente está com o um sorriso no rosto agora. Quem não viu, saiba que suecar é o ato de fazer de forma caseira, tosca, com materiais que se tem por perto, grandes sucessos da tela grande. Viajamos no tempo dessa arte que por muitas vezes é maltratada de modo simples e nostálgico. Vemos aqui mais uma ode ao cinema, uma espécie de ‘Cinema Paradiso’ atual, cômico e insano, sem ser nada piegas.

Jack Black como 'Robocop' suecado
Além da maravilhosa direção, grande parte positiva dessa agradável homenagem está nas atuações do ótimo elenco. Jack Black e Mos Def são os pilares, mas não podemos deixar de lado os veteranos e maravilhosos Mia Farrow e Danny Glover, que fazem ‘Conduzindo Miss Daisy’ suecado parecer o original. Outros filmes suecados são ‘Robocop’, ‘Procurando Nemo’, ‘Caça Fantasmas’, ‘2001: Uma Odisséia no Espaço’ e ‘King Kong’. O filme sobre a vida do jazzista Fats Waller criado a fim de salvar o prédio é parte mais emocionante do filme. Waller ficaria orgulhoso de se ver retratado no cinema ‘suecadamente’. Ouçamos ‘While I’m Waiting’ do real Fats.


Inspirador para amantes da 7ª arte e para criadores independentes. A minha vontade, sempre que revejo o filme é de sair por aí suecando os filmes da minha vida. Filmando o simples, o que está à minha volta e fazer as minhas próprias produções. ‘Rebobine, por favor’ deve ser visto por todos amantes de cinema, para rir e se emocionar. É só procurar no Youtube a quantidade de filmes suecados que já estão no ar. Filmes suecados certamente são inspiração ao cinema independente, cinema caseiro e do microcinema.

Este é o futuro do cinema, já vislumbrado anteriormente pelos vídeos caseiros de Sadie Benning. Veja como com pouco material, gasto e muita criatividade é possível fazer dos assuntos mais banais e corriqueiros, uma mini-obra-prima, participando de Bienais e Acervo de Museus. Veja Jollies, de 1990, onde Sadie Benning fala sobre a descoberta de sua sexualidade, filmada com uma câmera de brinquedo, usada como babá eletrônico.


‘Rebobine, Por Favor’ e os vídeos de Sadie Beenning são dádivas aos amantes do cinema e que sirva de inspiração para todos os cineastas que existe dentre de nós.

Vitor Stefano
Sessões

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...