sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Meow

Nome Original: Meow
Diretor: Marcos Magalhães
Ano: 1981
País: Brasil
Prêmios: Melhor Filme pelo Júri Popular e Melhor Roteiro no Festival de Brasília e Prêmio Especial do Júri no Festival Internacional de Cannes.
Meow (1982) on IMDb


Estridente e não é para menos. Ser controlado pelas forças de um sistema que não entendemos, é para ser enfático, chato e genial como é “Meow”. Não me venham dizer que o correto é miau, já que nesse distante condado interestelar colonizado e colônia do tio SAM (Sistema Administrativo Mundial) só se fala inglês. Os amantes dos bichanos que me perdoem, mas esse gatinho vai morrer logo logo com tanta besteira que consumiu.

‘Miow’ é um feito. É uma espécie de pai do ‘Logorama’, mostra de forma sutil como o colonialismo estadunidense junto ao poder do marketing pode influenciar até os influenciáveis. Sim, hoje pode parecer monótono, lento e até em certos momentos arrastado, mas a idéia e a veracidade expressas pela animação são mais atuais do que nunca. Um marco no cinema brasileiro, visto que o gênero animação não tem nenhuma tradição e por ter vencido um prêmio no Festival de Cannes de 82.

Pra que leite se temos Coca-Cola? Pena que lá na ‘Ilha das Flores’ não tinha comida, quanto mais leite e refrigerante. Quem sabe ensinando o dialeto às crianças de lá elas conseguem algo. Repitam comigo: “Meow” [Meou].

Vitor Stefano
Sessões

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...