quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Touro Indomável

Nome Original: Raging Bull
Diretor: Martin Scorsese
Ano: 1980
País: EUA
Prêmio: Oscar de Melhor Edição e Ator e Globo de Ouro de Melhor Ator.
Touro Indomável (1980) on IMDb



Filmes sobre lutadores existem às pencas. Enumerando-se rapidamente, assim de cabeça: "Rocky I", II... 350, "O Boxer" (com Daniel Day Lewis), "Ali" (com Will Smith), "Menina de Ouro" (do Clint Eastwood), "O Campeão" (do Franco Zefirelli), "O Lutador" (do Aronofsky com Mickey Rourke) etc. Mas o que diferencia "Touro Indomável" dos outros é que neste, o fato de o protagonista ser um lutador, é secundário. Mais do que um filme de luta, é antes de tudo um drama psicológico complexo e uma cine-biografia clássica.

O filme de Matin Scorsesse é baseado em um livro autobiográfico que narra a trajetória de Jake La Motta, vivido por Robert De Niro em esplêndida atuação, um boxeador branco dos anos 50, muito talentoso em sua arte ao mesmo tempo em que é um desastre nas relações familiares. Trata-se de um sujeito destemperado, extremamente ciumento, possessivo, ignorante e violento. Ele quer ser dominador, mas não consegue dominar nada nem ninguém. Então ele transforma toda sua raiva e frustração pessoal em combustível extra para usar em seus combates.

Jake La Motta é apaixonado por sua mulher Vickie (Cathy Moriarthy) mas é bastante ciumento e possessivo e sempre perde as estribeiras. Ela é uma mulher muito linda, chama a atenção onde quer que vá e, por isso, ele sente que cedo ou tarde irá perdê-la. Seu irmão Joey (Joe Pesci) trabalha como seu empresário. Jake não quer os grandes nomes do ramo, com medo de ser passado para trás. Ele realmente acha que pode conseguir tudo sozinho, por meio de sua determinação e punhos. Joey o ama de verdade e agüenta, na medida do possível, todas as burradas que seu irmão faz fora dos ringues.


Impressionante, e que não poderia deixar de ser citado, foi a dedicação de De Niro ao papel. Além de atuar com brilhantismo, mostrando a personalidade doentia de La Motta com perfeição, a preparação e dedicação física para as duas fases distintas do filme é notável. Quando ele faz a parte do auge da juventude e esplendor físico do boxeador, o ator apresenta-se incrivelmente em forma. Por outro lado, quando ele é o La Motta aposentado, dono de bar, bonachão, ele é realmente outra pessoa e está , verdadeiramente, com pouquíssimos truques de maquiagem, uma pessoa mais velha e bem acima do peso.

"Touro Indomável" é um filme que trata de relações humanas, de fúria, e de coisas que o dinheiro não pode comprar. Dentro dos ringues, Jake era um monstro imbatível. Fora dele, um ser humano repleto defeitos e problemas. Apresentava-se forte para os outros, mas por dentro era um menino fraco e indefeso. Sua personalidade forte era o oposto de seu interior frágil, característica marcante de um troglodita infeliz. Não é um drama que pretende fazer chorar, mas o resultado não poderia ser mais brilhante.



Carlos Nascimento
Sessões

3 comentários:

  1. Além de ser um grande filme sobre esporte é um valiosíssimo drama que relata a vida desregrada do pugilista. Enfim um dos melhores filmes de todos os tempos!

    ResponderExcluir
  2. Olá, todos os Editores do Sessões!

    Bom, como tenho acompanhando o trabalho de vocês desde que passei a segui-los, e frente a um novo "departamento" que crio para o meu CINEBULIÇÃO, gostaria de convidá-los para fazer parte da empreitada. É o único blog par ao qual estendrei o convite a toda a equipe, porque percebo a qualidade e a paixão que possuem pelo cinema. Abaixo, segue o meu texto-convite oficial...


    JÚRI DE CINÉFILOS

    CONVITE

    O CINEBULIÇÃO os convida para fazer parte de um grupo de cinéfilos cuja intenção é votar e elencar temas relacionados à Sétima Arte para serem votados. Como Editor do blog, o meu objetivo é juntar um grupo de blogueiros que escrevem sobre cinema, para poder contar com eles a cada Lista que o CINEBULIÇÃO fizer. Caso aceitem o convite, sua participação será a de jurado efetivo, ou seja, toda vez que eu for organizar uma lista, vocês serão comunicados previamente, informados das regras e do prazo de entrega. A frequência das listas no CINEBULIÇÃO é de uma por mês ou por bimestre, dependendo da pauta diária do blog. Ao aceitar, vocês se comprometem em participar de todas as listas para as quais for informado, exceto na ocorrência de sérios imprevistos; e também terão o seu nome, bem como a indicação do blog na lista de JURADOS CINÉFILOS do CINEBULIÇÃO.

    Se não for aceitar o convite, por favor, não publique esse comentário.

    Se for aceitar, envie, cada um (ou os que se interessarem), um e-mail para: LULGO1@HOTMAIL.COM com os seguintes dados:

    Título do e-mail: CONVIDADO PARA O JÚRI

    Nome: (coloque o nome que você usa para assinar suas postagens no seu blog, ou seu nome completo, ou pseudônimo com o qual queira participar do Júri. Lembrando que apelidos libidinosos do tipo “Gatinha Manhosa” ou “Morenão Sarado” não serão aceitos).

    E-mail oficial: (coloque o e-mail que você checa diariamente. É para ele que serão enviadas as regras para a primeira lista, e todos os outros comunicados do Júri).

    Mini-currículo: (ou a chamada “sessão EGO”. Faça um pequeno apanhado das suas atividades, preferências cinematográficas, etc. Não coloque as empresas para as quais trabalhou ou seus desejos ocultos. Lembre-se que esse mini-currículo será exibido logo abaixo do seu nome, na lista dos Jurados.)

    Cidade e Estado onde reside: (acho que não é necessário explicar isso. Mas por vias das dúvidas, vai lá: você deve colocar a cidade que você mora, ex.: Recife; e o Estado, nesse caso, Pernambuco.

    Caso não responder a esse convite até o dia 31/01/2011, o convite para a participação do Júri de Cinéfilos do Cinebulição será anulado.

    Um abraço a todos. Obrigado.

    E parabéns pelo convite. Isso é sinal de que respeito e aprecio suas opiniões sobre cinema e o trabalho do editorial do blog.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...