sexta-feira, 23 de abril de 2010

Sessões Promoção: Quincas Berro d'Água

Mais uma promoção aqui no Sessões. Ê beleza!



Este blog e a divulgadora oficial do filme Quincas Berro d'Água, já comentado por aqui, estão dando de bandeja 4 pares de ingressos para assistir ao filme em sua pré-estreia oficial nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo.
É galera, 2 pares para Sampa e 2 para o Rio.

A pré de São Paulo será no Unibanco Arteplex Frei Caneca, dia 03/05 às 21h30; e a do Rio de Janeiro será no Cinemark Downtown, dia 04/05 às 21h.

Para concorrer rola a seguinte proposta:
Quincas Berro D'Água é uma ilustre história movida a cachaça, vadiagem e amigos de boteco. Pensa aí então em uma bebedeira que merece ser contada, aquela inesquecível e deixa ela escrita aqui em forma de comentário. Vamos ver o que isto vira. Use a memória e a criatividade, uma frase, um texto, uma piada... Escreva quantas vezes quiser. O espaço é livre!

Serão escolhidos 2 ganhadores em São Paulo e 2 no Rio de Janeiro e cada um deles terá direito a um par de ingressos.

Ao final do comentário, você deve indicar em que cidade você quer assistir a pré-estreia. Não se esqueça de se identificar com e-mail e nome para entrarmos em contato com os vencedores.

Lembrando que é preciso correr, pois são válidos somente os comentários postados até quarta-feira, dia 28/04/10.

Os vencedores serão comunicados por e-mail e deverão fornecer nome completo e RG para terem seus nomes na lista de convidados na porta dos cinemas.

Veja a postagem com comentário do filme e trailer oficial

Fica na espreita, mais promoções vêm por aí.

Equipe Sessões

13 comentários:

  1. Eu lembro de um dia escuro e eu bebia muito e então aconteceu uma coisa muito estranha: e eu não me lembro de mais nada!
    São Paulo

    ResponderExcluir
  2. Eu bebia, bebia... não caia! Mas todo dia voltava e pedia por um novo dia...
    ps: Parabéns pela iniciativa!

    ResponderExcluir
  3. Conforme vocês podem imaginar, o Anônimo que escreveu a primeira frase certamente não será encontrado. Caso você seja ele, escreva um novo comentário.
    E você que concorrerá, escreva seu e-mail ou faça o login ou se identifique de um modo que consigamos os dados necessários para saber quem vocês são.

    Aproveitem a promoção até porque o filme é ótimo!!!

    Boa sorte e bom filme!

    Vitor Stefano
    Sessões

    P.S.: Nenhum dos 294 profissionais que trabalham para o Sessões não pode participar, nem membros de nossas famílias.

    ResponderExcluir
  4. Bom, vamos lá... lembrar de porre é difícil, mas eu como sou muito mão de vaca, teve um que mexeu com o meu bolso que me obriga a lembrar...
    Dia 16/01, tinha perdido o meu querido Iphone e eu tinha um casamento a noite. Pois bem, fui pro casório e depois pra festa. Cerveja, Champagne, Vinho, Batidinhas, Caipirinha, Red Label, tudo em doses generosas pra aliviar a minha depressão pós perda Iphone. Pois bem, em um certo momento eu decidi que era hora de ir pra casa. Então fui em busca de um taxi. Eis onde o problema começou. Eu estava na Faria Lima, moro na Bela Vista e disse ao taxista se ele podia me levar, mas eu só tinha 40 reais. Ele disse que sim. Entrei no taxi e olhei na bolsa e disse: Ah não, tenho 49 reais e entreguei tudo ao motorista, que aceitou sem falar nada! Detalhe, essa corrida teria saído no máximo 30 reais! Cheguei em casa, tirei o sapato e caí na cama. Só acordei no dia seguinte, com uma cabeça na minha dor e parecendo o Alice Cooper, devido a maquiagem toda borrada. E foi isso.

    Ah, se eu ganhar, quero ver em SP.

    Abraços, Ana!

    ResponderExcluir
  5. Bem, já tive alguns porres sem noção, mas felizmente já prescreveram, não posso mais ser preso por isso.
    Vou contar apenas um, mais antigo...
    Estava com uns amigos na praia e saímos à noite para um bar chamado Postinho. Resolvi experimentar um drink chamado 80 por hora, a base de rum... gostei, era docinho. Tomei um segundo, um terceiro... e aí já estava muito além dos 80 por hora.
    Não sei como voltei para o apartamento e nem o que aprontei no bar, mas sei que acordei de madrugada e o banheiro estava todo (perdoem a indelicadeza) vomitado, até as paredes. Por algum motivo, eu sabia que eu devia limpar o banheiro e o fiz.
    Na manhã seguinte eu levantei brigando com o pessoal, porque alguém havia sujado o banheiro todo e eu tive que limpar... Claro que todos sabiam que havia sido eu e, anos depois, ainda sou zuado por aquela noite.
    É isso!
    Se eu ganhar... quero ver em SP.

    ResponderExcluir
  6. Estava num pub com mais 3 amigos, num dia em que queria realmente ficar alegrinha (sempre precisei de muito pouco para isso). Como na época não gostava de cerveja, resolvi pedir Smirnoff Ice, que acho uma delícia e estava bem barata para a média de sampa (R$5,00). O garçom disse que não tinha smirnoff ice, mas que o barman fazia um drink igualzinho, pelo mesmo preço. Pedi a tal bebidinha e quando ela chegou, fiquei encantada. Uma taça linda, com uma bebida azul, uma cerejinha e um sabor taaaaaão suave que parecia refrigerante (ainda mais do que a smirnoff ice original). Nem perguntei do que era feita - e pedi outra. Logo mais, depois das comidinhas, mais uma (que delícia). E aí, resolvo ir no banheiro, levantei, e o mundo inteiro girou, sentei de novo em pânico - parecia estar mais bêbada do que o pub inteiro junto. Aí alguém perguntou o que tinha na bebida além de curaçau blue, só que agora já nem lembro o que era. Estava em pânico porque eu era a única que dirigia e não conseguia nem andar. Meu carro tava longe, e por sorte o manobrista foi buscá-lo e deixou estacionado na frente do pub, que ele disse ser mais seguro. Pedimos um taxi, fomos para casa, e eu fiquei 2 dias agonizando de dor no fígado, de ressaca, de tudo junto (detalhe, outro amigo que teve que ir buscar meu carro, eu fiquei mal mesmo). Isso tudo porque achei que se o gosto era igual ao de smirnoff ice, que a tal bebida seria tão inofensiva quanto ela... Daí, deduzi que curaçau blue é minha criptonita, e até hoje não passo nem perto. E nunca mais na vida bebo alguma coisa sem saber de que mistura é feita (ou o teor alcoólico). Se alguém quiser arriscar, o pub é o Finnegan's.

    (se ganhar, quero ver em SP)

    ResponderExcluir
  7. No ano de 1996 trabalhava de office-boy na Avenida Paulista, era dia de pagamento, estava realizando um trabalho no centro de São Paulo, especificamente na Rua 7 de setembro. Voltei todo contente que com o dinheiro que receberia que era o valor de R$230,00 compraria um tênis da adidas de R$80,00 e beberia uns R$30,00 ni Puppy da Paulista. Mas quando eu fui pegar no bolso R$200,00 da empresa que eu estava em meu porder eu não localizei e tive que pagar do meu mísero salário. Final das contas, paguei o dinheiro e fiquei apenas com R$30,00 no que eu apenas vi uma solução, beber esse valor e que se dane o mês.
    A tequila custava R$5,00, como eu era cliente do bar há um bom tempo, o metaleiro que era o balconista me deu no copo americano. Tomeu seis doses e quando me lembro, a Paulinha, uma amiga me acordando, estava dormindo em um canteiro da Paulista sem saber o que havia acontecido e onde estava. No sábado a ressaca dominava o meu corpo e eu não tinha dinheiro para tomasr uma cerveja para cura-lá.
    É isso aí Quincas.

    ResponderExcluir
  8. Não sou de beber, por isso, quando inventei de por o primeiro gole de cerveja na boca me dei mal. Fui pegando gosto pela coisa, e quando vi, tava caindo pelas tampas, e só com cerveja. Coisa de gente fraca pra bebida!! Um perigo pra alguém tímida e reservada como eu. Na primeira oportunidade, soltei o verbo. Falei mais que o homem da cobra. Quem estava perto, disse que foi um vexame!! Mas eu nem ligava, não via nem sentia possíveis consequências disso. Só queria extravasar.
    Depois de muito falar, cansei, e resolvi que era hora de... beber mais. Só assim pra ficar de boca fechada (ou ocupada).

    (Minha preferência, se ganhar, é pra São Paulo). Alessa Mesquita.

    ResponderExcluir
  9. todo muito cai na gargalhada pq eu falo que não bebo. Não sei se os porres que eu tomo são tão grandes que eu esqueço e todo mundo lembra e por isso riem!

    o unico mico que eu lembro foi ter ido em uma festa do trabalho que eu odiava (festas de trabalho e o trabalho), aí eu tomei 10 doses de vodka pq era de graça. Fiquei pouco tempo mas na hora de despedir quase beijei o chefão que estava brigado comigo e ainda fui fazer uma performance no arco iris da xuxa numa 'conhecida festa de anos 80'. Ate bem pouco tempo alguem podia ver no Youtube o laranja do arco-iris indo no lado totalmente contrario do resto das cores... mas graças a Deus agora nao há mais provas e eu posso continuar insistindo que não bebo e nem nunca bebi!!


    ah, sou do Rio! e trabalho ao lado do Downtown, se eu ganhar posso até chegar a pé no cinema, bêbada... ooops!

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Carlos Antony Barreto28 de abril de 2010 19:39

    Esta aconteceu comigo numa cidade do interior gaúcho chamada Camaquã. Foi o meu primeiro porre em alto estilo... pois naquele dia eu só queria beber whisky. Como tudo na primeira vez a gente sabe e quer começar mas não aonde vai parar... e eu lembro que encontrei uma "guria" com sobrenome Gomes e disse a ela que eu era sobrinho do grande pintor Nicomedes Gomes (só tinha lido o nome em um livro). Lembro até hoje a cara de alegria dela, pois era a primeira vez que eu dirigia a palavra a dita cuja. Lá pelas tantas eu avistei uma mesa cheia de cervejas e como a expulsar vendilhões do templo eu varri todas as garrafas existentes naquela pobre mesa... bem o resto só lembro minha corrida Forrest Gamp até chegar em casa rumo a minha cama.

    Carlos Antony Barreto - Rio de Janeiro(RJ)

    ResponderExcluir
  12. Histórias minhas de uma bebedeira ou porre homérico... NÃO ME LEMBRO de nenhuma, não... rs

    ResponderExcluir
  13. Promoção encerrada ontem e ganhadores escolhidos hoje.

    Agora é só comparecer na sessão que o nome estará na lista. Não esqueça o documento de identificação, vulgo RG.

    São Paulo
    Unibanco Arteplex Frei Caneca, dia 03/05 às 21h30

    Ana Praconi
    Alessa Mesquita

    Rio de Janeiro
    Cinemark Downtown, dia 04/05 às 21h.

    Carlos Antony Barreto
    Regina Rezende

    Muito obrigado! Parabéns aos melhores porres! Hehe!

    Equipe Sessões

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...