quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Dicas de Filmes Nacionais

Faça-se uma pergunta. Quantos filmes nacionais você viu nos últimos tempos? Porque não valorizamos nossa própria cultura? Isso é comum, pois até metade da década passada vivíamos na indústria do audiovisual um cenário decadente e sem esperança. Porém as coisas mudaram, muita qualidade e técnica foi incorporada nessa nova retomada do Cinema Nacional, porém o estigma ainda persiste. Dê uma chance às novas produções, diretores, atores... Perca o conceito formado com um péssimo momento que nosso cinema viveu. Tenha certeza, já superamos. Seguem algumas boas opções, diferentes do que você viu nos últimos tempos, para provar que vivemos um ótimo momento cinematográfico.

Estômago – Neste filme vemos a história de Raimundo Nonato, um cozinheiro nordestino, recém chegado à cidade grande. Na tela vemos dois momentos da vida dele. Uma na chegada à cidade e outro momento dele num presídio. Temos uma visão dele crescendo e aparecendo nos restaurantes da cidade e ao mesmo tempo não sabemos como ele foi preso, porém a história nos levará a entender tudo que aconteceu. ‘Estômago’ é um dos filmes mais harmoniosos e completos do cinema nacional dos últimos anos. João Miguel na pele do nordestino está numa interpretação impecável.


Histórias de Amor Duram Apenas 90 Minutos – A estréia de Paulo Halm como diretor foi em grande estilo. A história de Zeca, um escritor de 30 anos que vive uma crise de criatividade e identidade. A relação com seu pai é conturbada e dura. Com a mulher Julia é infiel. Nem esses conflitos o ajudam a sair da claustrofobia de idéias que vive. Com frases marcantes, o maior trunfo do filme é nos remeter a problemas que passamos ou já superamos. Caio Blat, atuando ao lado de sua esposa na vida real, Maria Ribeiro, prova que é um dos melhores atores dessa nova geração do cinema nacional.



Cinema, Aspirinas e Urubus - um roadie movie pelo sertão brasileiro. O filme se passa em 1942 e conta a história de um alemão, foragido da II Guerra Mundial, que vem ao Brasil para vender medicamentos. Quem conta a história é Ranulpho, um paraibano que se torna amigo do estrangeiro. Com ajuda de um cinema ambulante, eles iniciam uma peregrinação pelo interior do Nordeste exibindo os benefícios da pílula à população. Um belo filme sobre amizade e com uma linda homenagem à 7ª arte. Lindo filme de Marcelo Gomes, um dos nossos maiores diretores da atualidade. Se você ainda não viu esse filme, não perca tempo e o faça aqui mesmo, no Sessões.


À Deriva – As belas praias de Búzios servem de plano de fundo desse lindo filme sobre problemas familiares. Aos olhos de Filipa, vemos os pais dela em crise. Deborah Bloch e o francês Vicent Cassel estão numa sintonia típica de casais em pé de guerra. Banhado de lindas imagens, trilha sonora envolvente e atuações maravilhosas, têm-se a impressão de vermos um casal comum, como outros que conhecemos, à deriva dos problemas, tentando salvar o relacionamento por conta dos filhos. Verdadeiro e simples, Heitor Dhalia, outro grande novo nome da direção, faz um filme comovente.


E você, quais filmes nacionais indica?

Parte desta matéria foi veiculada na Revista City Penha, edição 41, de setembro de 2010.

Equipe do Sessões

8 comentários:

  1. Dicas no Sessões!
    Que barato!

    Leandro Antonio
    Sessões

    ResponderExcluir
  2. Bacana a iniciativa de promover o cinema nacional. Fato é que este vem se aprimorando cada vez mais. Não gosto de comparar ao cinema americano, por que lá a gente vê cada vez mais efeitos especiais e menos roteiros brilhantes, mas acredito que podemos traçar um paralelo entre o cinema nacional e o cinema europeu.
    Para mim, dentre muitos filmes nacionais perfeitos, quero destacar: O Cheiro do Ralo, Saneamento Básico e Apenas o Fim. Deixando bem claro que de maneira alguma desmerecendo os outros. Só para dizer mesmo que estes me chamaram muuuita atenção!!

    ResponderExcluir
  3. Isso aí Lê, dando dicas. E melhor, de graça! rs

    Ana, concordo plenamente. Vivemos uma nova era de muitos filmes tecnicamente perfeitos (puxando os estadunidenses), pouco político, porém com muita da densidade no roteiro (puxando os europeus). É uma mistura, como só poderia ser do Brasil.
    Seus destaques são imensamente válidos e concordo com eles.

    Os próximos que aqui passarem, também deixem sua colaboração. O cinema nacional tem muitos tesouros pouco explorados. Vamos dividir!

    Vitor Stefano
    Sessões

    ResponderExcluir
  4. Pois é.... e os filmes brasileiros são pouco divulgados, e quando são, ainda temos até certo receio de ver. No entanto tem se mostrado cada vez melhor mesmo. "Olga" entra para a minha lista de 10 melhores com certeza e quase ninguém que conheço viu este filme. Contando "Central do Brasil" e a comédia "O auto da compadecida" que acho maravilhosa. E como a Ana disse, os americanos com seus efeitos não perdem seu valor como entretenimento mas falta conteúdo, como possivelmente bons roteiros também andam se perdendo pelo mundo afora por causa da tecnologia, o que nos faz querer correr e abraçar o melhor que o cinema pode nos oferecer em questão de roteiro e o Brasil não está ficando de fora desta.... e com os filmes que citei mostra que já faz algum tempo na verdade.

    ResponderExcluir
  5. Muitas produções brasileiras devem ser atentadas nos últimos tempos considerando que estas já competem a altura com filmes de todo o mundo por uma sala de cinema. Meus recentes favoritos são A Casa de Alice, O Céu de Suely, a primeira direção de Selton Mello Feliz natal e Nome Próprio com Leandra Leal. Todos eles merecem comentários a parte.

    ResponderExcluir
  6. De todas essas incríveis dicas, só me falta ver Histórias de Amor... Que de tanto vc falar, me deixou com mais vontade e curiosidade hehehe...

    Parabéns, ótimo post. Cinema brasileiro é o que há!! ; )

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito de "Estômago"!
    Ele lembra um pouco "Delicatessen" (francês) e, recentemente vi "Reflexões de Um Liquidificador" (brasileiro) que também tem uma estética semelhante a "Estômago".
    Trocando em miúdos, quem gostar de um destes três, certamente gostará dos demais.
    Saudações!

    ResponderExcluir
  8. Árido Movie! Aê, gurizada! Façam um post desse atualizado! =) Muito útil!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...