segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Central do Brasil – Poesia humilde

Nome Original: Central do Brasil
Diretores: Walter Salles
Ano: 1998
País: Brasil/ França
Elenco: Fernanda Montenegro, Vinícius de Oliveira, Marília Pêra, Soia Lira, Othon Bastos, Otávio Augusto, Stella Freitas, Matheus Nachtergaele, Caio Junqueira, Zélia Bastos.
Prêmios: Urso de Ouro (Melhor Filme), Urso de Prata (Melhor Atriz), Globo de Ouro (Melhor Filme Estrangeiro), BAFTA (Mlehor Filme em Língua Estrangeira), entre outros.
Central do Brasil (1998) on IMDb

Filmes passados passam ante aos meus olhos quando penso em Central do Brasil. O gosto por cinema passa por 1998, assim como a vida passou por aquele 1998. E Dora, te digo: Também tenho saudade de tudo.
Agradeço a poesia simples e ao Brasil que eu consigo encontrar no olhar de Josué, de Dora e o desejo de encontrar um Jesus pai. O que só existe, quando menino e bota na idéia. O que deixa de existir a custa de choro bom. O que mergulhado na ilusão, não deixa de ser verdade.


“Deixe-me ir, Preciso andar, Vou por aí a procurar, Rir pra não chorar...”

Leandro Antonio
Sessões

Um comentário:

  1. Central. Bem no centro do Brasil. Não há como esquecer.

    Considero Walter Salles o diretor mais técnico que existe. Ele é impecável nesse aspecto. Às vezes erra a mão na falta de opinião, na falta de posicionamento ou na falta de emoção, mas nunca por erros técnicos.

    Em Central do Brasil ele consegue harmonizar vários elementos e fez um de seus melhores trabalhos até hoje.

    Fernanda Montenegro é estupenda e óbvio, rouba a cena, como sempre.

    Triste realidade, lindo filme.

    Vitor Stefano
    Sessões

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...