sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Não Minha Filha, Você Não Irá Dançar

Nome original: Non ma fille, tu n'iras pas danser
Diretor: Christophe Honoré
Ano: 2009
País: França
Elenco:Chiara Mastroianni, Marina Foïs, Marie-Christine Barrault, Fred Ulysse, entre outros
Sem prêmios
Não, Minha Filha, Você Não Irá Dançar (2009) on IMDb

Não há maior sofrimento do que ver sua mãe sofrer. Não minha mãe, você não vai sofrer. Desculpe, vai sim...

Esse filme de nome longo e improvável, conta a história de Lena e a sua família. Um drama que ao longo do filme se mostra que só irá se prolongar ainda mais. Logo no começo, quando seus filhos encontram e tentam salvar um pássaro que está com uma das asas machucadas, mostra o quão ela não consegue tomar conta das coisas mais simples da vida, quem dirá de si própria. O pássaro morre, assim como ela, que está morrendo aos poucos.

A vida e pensamentos de Lena são sempre extremos. Ela consegue ir do céu ao inferno em segundos, dominada pela sua incessante mente. Vive uma depressão profunda que nem tarja preta daria jeito. Na casa dos 30 anos ela vive um mundo de incertezas. Recém separada, não consegue se relacionar com os pais de seus dois filhos. Seus filhos estão no meio de um pai desapegado e de uma mãe doentemente super protetora. Lena não chegou a essa situação de graça. Viver com os palpites e intromissões de sua mãe, criada com um pai machista, uma irmã que vive com problemas conjugais e seu irmão que vai de intrometido a desligado. Ela não consegue viver sua vida, seus familiares vivem por ela, e ela sem 'direito' de escolher, sofre. Há o amor, mas a dor e a angustia é certeira.

Dói para nós ver um filho presenciar momentos que beiram a loucura de sua mãe. Lena carrega o mundo nas costas e tenta impedir o sofrimento dos seus familiares. Mas todo o sofrimento do mundo agora é seu. Seu filho, amante de leitura, conta um conto. Um lindo conto que dá nome ao filme, onde uma princesa só casará com o pretendente que dançar 12 horas ininterruptas. Com uma música estridente, visual esplendoroso, o momento é sublime e encaixa perfeitamente com a personagem de Chiara Mastroianni, que não cansa de dançar e dar continuidade a uma vida sem vida. Só vendo para entender o que é o conto.

Este não é um mundo para Lena. Ela não se encaixará em nenhum. Seria necessário um mundo só para ela.

Não há nada que compense o sofrimento. Lena, dance até viver, pois você já está morta.

Vitor Stefano
Sessões

2 comentários:

  1. Não vejo esse filme dessa forma, alias completamente diferente....
    Uma familia normal, com problemas normais, e diria que felizes. Mas Lena, é uma mulher completamente deprimida, e não foi culpa da mãe ou do pai, que alias nao tem nadaaaa de machista, infelizmente ela deve ter nascido assim, por que nao tem muita explicaçao.
    Os pais sao um casal apaixonado, a irma teva depressao por causa da gravidez, que logo passa, e o irmao, é a pessoa mais positiva que ja vi na vida.......
    Sabe quando agente conhece alguem, que sabe que tem tudo para ser feliz, mas não é, então esse é o filme para mim, bem real nessa situação!!!

    ResponderExcluir
  2. O filme aborda uma doença muito comum nestes nossos dias...

    Pedir que alguém dance por 12 horas ininterruptas? Parece prova de reallit show. Ou seja, um capricho desnecessário em busca de audiência. O mundo tá cheio de personagens como a do filme, gente que extermina muito do que pode ter e perceber por conta de desejos imbecis, caprichos e ansiedade. Consome as pessoas em atividades absolutamente desnecessárias, desgastantes afim de promoção, de sentir-se valorizado perante outros. Enfim, um bando de gente que precisa de autoafirmação e usa outros para medir ibope.

    O título “Não minha filha, você não irá dançar” parece a ordem de uma mãe ou de uma babá que olha bem no fundo dos olhos de uma criança para que ela entenda que não é para fazer aquilo.

    Você não irá dançar, por que não é a hora, por que não é apropriado, por que você pode se machucar e não sarar para o resto da vida e por que ninguém é obrigado a presenciar o seu showzinho.


    Leandro Antonio
    Sessões

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...