terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Sessões Dupla: Música para os Olhos e Meu Tempo é Hoje

Título original: Cartola
Ano: 2006 (Lançamento, Brasil)
Direção: Lírio Ferreira , Hilton Lacerda
Gênero: Documentário
Cartola - Música Para os Olhos (Video 2007) on IMDb

Título original: Paulinho da Viola - Meu Tempo é Hoje
Ano: 2003 (Lançamento, Brasil)
Direção: Izabel Jaguaribe
Gênero: Documentário
Paulinho da Viola - Meu Tempo É Hoje (2004) on IMDb

A verdade do samba era uma remota lembrança de infância, interrompida por uma curta e cambaleante adolescência de um universo musical composto só e tão somente de heavy metal e afins.

Sem as certezas vitalícias da adolescência e toda a incerteza momentânea da vida adulta, deixei com que a remota lembrança tomasse forma em meus gostos. Reabri um baú de tantos compositores que conhecia só de nome, os quais a citação aqui não se faz necessária. Encontrar estes personagens da nossa música foi a experiência de me deparar com tipos e estereótipos dos mais capciosos e procurar entender (com as incertezas do adulto) o que seria uma identidade brasileira e os sentimentos e sentimentalismos que nos fazem brasileiros e humanos.

Dia destes perguntaram se eu tinha algum ídolo e não soube responder, pois bem continuo sem saber responder, mas um dia queria chegar a ser tão simples e belo como Cartola ou Paulinho da Viola. Duas figuras únicas no samba e na vida que me motivam a continuar investigando e cada vez mais gostando desta história de ser humano.

Embora diferentes na vida e em suas merecidas homenagens feitas pelo cinema. Não há que se deixar de notar a simplicidade, informalidade e sutileza em todas as dimensões.

"Preste atenção, querida..."


"Cada um trata de si..."


"O mundo é um moinho... e meu coração se deixou levar..."

Leandro Antonio
Sessões

Um comentário:

  1. Ainda não vi o documentário Paulinho da Viola - Meu Tempo é Hoje, porém Cartola - Música para os Olhos consegue mostrar bem o maior sambista, ao lado de Noel Rosa, desse país.

    Documentário lindo que consegue dar a profundidade a quem não conhece a figura de Cartola. Gênio em seu banco, seus pensamentos melancólicos e uma capacidade incrível de cantar o samba.

    Não sou fã de sua voz, mas é inegavel a capacidade de criar músicas, poesias, que tocam a alma. Como todo carnaval tem seu fim, nada melhor do que ficar com o fino dessa cultura nacional. Cartola + Paulinho da Viola!

    Vitor Stefano
    Sessões

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...