sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Caramelo

Nome Original: Sukkar banat
Diretor: Nadine Labaki
Ano: 2007
País: Líbano e França
Elenco: Nadine Labaki, Yasmine Elmasri, Joanna Moukarzel, Gisèle Aouad, Adel Karam.
Prêmios: Vencedor do Prêmio da Audiência, Juri Jovem e Prêmio Sebastian do Festival de San Sebastián.
Caramelo (2007) on IMDb


Nadine Labaki conseguiu em sua atuação e direção, mostrar que a mulher nos países árabes estão conquistando seu lugar ao sol. Obviamente no Líbano há uma maior abertura para a liberdade da mulher, em comparado ao Emirados Árabes ou Iraque, porém, o aflorescer do sexo frágil, mesmo que a passos de tartaruga, parece cada vez mais atual num mundo atrasado. Layale não teve que tirar a burca como Marjane Satrapi em Persépolis, porém ela demonstrou que a beleza e o poder de escolha (mesmo que seja secreto), está em suas mãos.

No salão de cabelereiro Si Belle, há mulheres de todo tipo. Layale vive um romance secreto e sonha em casar, Nisrine está prestes a casar e está apavorada, Rima tem sua predileção por pessoas do mesmo sexo e Jamele que é a mais velha de todas e não suporta o peso da idade. Além de Rose que vive na mesma região do salão e vive com sua irmã. Como em todos os salões de beleza os assuntos são os mais variados, mas os prediletos são: sexo, amor e homens.

Percebe-se que dentro do salão há uma liberdade para pensamentos e conversas que ao sair daquela porta, não poderão ser reproduzidos, medo da opressão. As mulheres são uma no salão e outra em vossas casas. Ainda persistem alguns costumes tradicionalistas nas famílias, que passam de geração pra geração. A realidade das mulheres é: Labaki vive uma relação secreta com um homem casado, e sonha com a separação para contrair matrimônio com o mesmo. Coisa que ela sabe que não acontecerá, mas ela não quer ver. Nisrine, a noiva, não é mais virgem e o apavoramento é por conta disso. Quaisquer medidas serão tomadas para não parecer uma mulher rodada. Jamele que não suporta o peso da idade e ainda vive um conto de fadas, onde espera seu príncipe chegar. Porém, a cena mais tocante é a de Rose, preparando-se para um encontro com um senhor que está apaixonado por ela, e deixa de ir por conta de sua irmã, que precisa de cuidados especiais. É uma lindo e triste a abdicação da vida para cuidar de quem precisa. Tudo pode parecer dramático, porém a direção consegue aliviar as relações dramáticas em um filme feminista e lindo.

'Caramelo' prova que apesar das dificuldades a vida pode ser muito mais suave do que se imagina. Mas também percebe-se que apesar do doce, a dor pode ser grande. Uma linda homenagem às mulheres de todo o mundo.

Vitor Stefano
Sessões

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...