segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Apenas o Fim

Nome Original: Apenas o Fim
Diretor: Matheus Souza
Ano: 2008
País: Brasil
Elenco: Gregório Duviver e Érika Mader.
Prêmios: Melhor Filme e Menção Honrosa no Festival do Rio e Melhor Roteiro no Prêmio Contigo! de Cinema.
Apenas o Fim (2008) on IMDb


A cada frase o fim se aproxima. A vida é uma eterna busca pelo fim. Das mais doloridas até as que nem percebemos. O fim está chegando, mas até lá, vamos aproveitar do melhor modo. Nos relacionamento não é diferente. Há algo melhor do que DR? Nunca haverá. Seja por motivo óbvios, inexistentes ou absurdos, para quem não a vive, pode ser divertido e surreal..

O diretor, Matheus Souza, concluiu “Apenas o Fim” com apenas 20 anos.  Um projeto de cinema universitário, feito com ajuda de amigos, colegas de sala e da faculdade, onde se passa toda a trama. Aliás esse é um filme incomum. Apenas 2 personagens em idas e vindas sobre o fim. Apenas sobre o fim, que pode tomar formas diferentes dependendo do conteúdo, do momento, da visão ou da perspectiva.

Matheus Souza
Adriana e Antônio freqüentam a mesma faculdade e namoram. Quando, a quanto tempo e como o fazem não sabemos e nem nos importa. Sabemos apenas que estamos diante dos últimos momentos dos dois juntos como namorados. Ela rumará numa viagem para algum lugar e decide terminar tudo, mas essas últimas horas podem ser ocupadas com duas opções: transando ou discutindo a relação. Antônio, de aparência totalmente nerd, prefere a segunda e apesar da beleza de Adriana, a escolha é totalmente acertada.

Durante a caminhada nos corredores da PUC-RJ, entrecortada com flashbacks do casal, quase sempre na cama - não espere cenas de sexo - relembram os momentos em que estiveram juntos, perguntas, respostas ou desabafos fazem parte de um diálogo completamente embasado na influencia pop que os jovens de 20 e poucos anos viveram nos anos 2000. Com citações que vão de Vovó Mafalda, passando por Star Wars, Godard, O Senhor dos Anéis, Woody Allen e Britney Spears, “Apenas o Fim” é mais do que uma viagem ao namoro dos personagens, mas sim um retrospecto do que foi ser jovem no começo desse século.



“Apenas o Fim” é um sopro de vida no cinema nacional. Juventude na tela e por trás dela mostra que jovens aparentemente comuns podem fazer dessa arte uma ferramenta importante para falar com quem quiser ouvir.  Gregório Duviver e Érika Mader estão ótimos como jovens normais e à beira de um precipício do fim do começo de suas vidas.

Vitor Stefano
Sessões

Um comentário:

  1. Olá! Adorei seu blog, muito criativo! Também tenho um blog e gostaria que vc desse uma olhada. O endereço é: http://www.criticaretro.blogspot.com/ Passe por lá! Lê ^_^

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...