terça-feira, 20 de julho de 2010

Meu Melhor Amigo

Nome Original: Mon meilleur ami
Diretor: Patrice Leconte
Ano: 2006
País: França
Elenco: Daniel Auteuil, Dany Boon
Prêmios: Venceu o Golden Trailer Award por melhor trailer de comédia estrangeiro e Concorreu ao David di Donatello de Melhor Filme Europeu.
Mon meilleur ami (2006) on IMDb


Um filme sobre amizade pode ser piegas, démodé ou até bobinho. Mas para quem já viu ‘Meu Melhor Amigo’ sabe que não se encaixa em nenhum dessas características. As comédias francesas vêm aprimorando o gênero e dando um baile nas bobagens hollywoodianas. Quem viu ‘O Closet’ sabe do que estou falando. Além de atores que dão um show.

François (Daniel Auteuil) é um mercador de artes, com grande prestigio na sua área, porém sem vida social, leia-se sem amigos. Em uma das conversas sobre amizades com sua sócia, uma pergunta fica no ar: “Qual é o seu melhor amigo?”. Não há. Mas há de haver, pensa François. Como uma aposta, ele terá poucos dias para apresentar e provar quem é seu melhor amigo.

E como numa corrida ao ouro, ele procura todas as pessoas de seu convívio social e os colegas do passado. E, chato que é, ninguém se considera amigo dele. As opções vão ficando cada vez mais escassas, quando conhece um taxista, o simpático Bruno, um aficionado por jogos de adivinhar (estilo ‘Quem quer ser um Milionário’). Quando se depara com esse taxista, François vê nele uma saída.

E com essa oportunidade, François não perderá tempo. Bruno é (será ou seria) seu melhor amigo. Com essa prova de que amizade não se compra ou não se finge, o relacionamento dos dois vai tomando ares de amizade, porém sem naturalidade, sem amor. Essa é a prova, a amigos não é família, você pode escolher quem é seu amigo. Mas o sentimento deve ser verdadeiro, puro e real, senão não existe. Com certa dramaticidade e com um humor ora negro, ora pastelão, ‘Meu Melhor Amigo’ é uma grande lição sobre esse sentimento tão bonito.



Nesse Dia do Amigo, dedico esse texto aos meus amigos aqui do Sessões e à todos meus amigos.

Vitor Stefano
Sessões

Um comentário:

  1. Agradeço também a todos os comentários e visitas amigas e ao Vitor pelo texto.
    Tenho que dizer que o superlativo-absoluto-movie de amizade é Julie e Jim. Que por acaso também é francês.

    Leandro Antonio
    Sessões

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...