quinta-feira, 2 de abril de 2015

O Ano Mais Violento



Nome Original: A Most Violent Year
Ano: 2014
Diretor: J.C. Chandor
País: EUA e Emirados Árabes Unidos
Elenco: Oscar Isaac, Jessica Chastain e David Oyelowo.
Diversos Prêmios Regionais nos EUA.
O Ano Mais Violento (2014) on IMDb




A violência urbana é aterrorizante. Aos níveis em que conhecemos nos dias de hoje gera repressão, medo, insegurança, mudança de hábitos e mesmo desconfiança de tudo e de todos. Isso nos anos 2015. Mas em 1981, Nova Iorque passou pelo seu ano mais violento. Estatisticamente e por registros oficiais, foi um ano de grandes saques através de roubos organizados. O pânico imperava. Mas as empresas precisavam continuar a trabalhar. O empresário Abel Morales tinha em seu negócio um produto muito visado. Transporte de combustível, um produto muito valioso na época. Caminhões carregados do produto eram alvos de seguido furtos por homens armados, dispostos a morrer e matar para retirar todo o fluído dos tanques. 


Por cima de seu aspecto de mafioso, Morales veste um sobretudo elegante por cima de seu terno na fria cidade. O ramo exige tal aparência, principalmente se tratando de um imigrante. O preconceito com ele é evidente quando uma espécie de sindicato do ramo se reúne para discutir a onda de roubos onde todos são suspeitos. Há problemas com funcionários, delegados investigativos. Todos se tornam suspeitos dos crimes. A corrupção corrói tudo e é o começo de toda violência. O clima na cidade parece insustentável, uma verdadeira bomba relógio. Sua bela mulher começa a pressioná-lo, pois as ameaças deixam de ser apenas ao combustível e passam a ser um fantasma na casa da família. Homens rondando a mansão com armas. Morales precisa achar uma solução.


O diretor J.C. Chandor faz um filme complexo. Consegue fazer um drama com filme de máfia, investigação e flertando com o problema da imigração. Mas tudo isso sem ser espetaculoso, sem apelar. Uma Nova Iorque bela e gélida, acompanhada com a paleta de cores opaca, dando uma frieza à trama. Mas o frio é só no clima, Oscar Isaac e a bela Jessica Chastain são pilares do filme. Estão em excelentes atuações que dão mais consistência a toda a trama. Isaac está tão bom ou ainda melhor do que em “Inside Llewin Davis”. Ainda ouviremos muito falar desse ótimo ator. Tem também o ótimo David Oyelowo num papel importante de advogado-conselheiro da máfia. Claro que não está com a força que estava em “Selma”, mas é outro ator que promete. Chandor depois de fazer o intimista e perturbador “Até o Fim” faz um filme impecável. “O Ano Mais Violento” é um soco na cara do sonho americano. Ótimo!

Vitor Stefano
Sessões
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...