terça-feira, 21 de maio de 2013

O Sonho de Wadjda


Nome original: Wadjda
Diretora: Haifaa al Mansour
Ano: 2012
País: Arábia Saudita/Alemanha
Elenco: Waad Mohammed (Wadjda), Abdullrahman Al Gohani (Abdullah) e Reem Abdullah (Mãe).
Prêmios: CinemAwenire, Interfilm e C.I.C.A.E. no Festival de Veneza.
O Sonho de Wadjda (2012) on IMDb



Não sejamos hipócritas e admitamos: filmes que envolvem crianças são um golpe baixo na avaliação crítica do cinema. Digo isso considerando que  não importa quão estranho ou distante seja o roteiro da realidade brasileira ou do período histórico se há uma ou duas caras de infância na tela minha criticidade e minha razão entram num breu denso e só conseguem sair de lá quando escorre os créditos finais.


Quantas vezes me vi perdido na hora de escrever sobre filmes com crianças....de súbito me vem a mente filmes como Valentin, Machuca - e a cena absurdamente boa do leite condensado, O ano que meus pais saíram de férias - com a dancinha embalada por Roberto Carlos plena ditadura brasileira, Meu primeiro amor - filme mor da Sessão da Tarde da década de 90, Meu Pé de Laranja Lima entre tantos outros.

O sonho de Wadjda faz parte dessa próspera e difícil seara. De saída, os primeiros momentos do filme já definem quais serão as coordenadas básicas que farão a protagonista (Wadjda) buscar o seu sonho: a  vontade de comprar uma bicicleta!!!


Em sua jornada em busca de seu sonho Wadjda nos apresentará uma Arabia Saudita que se destaca pela rotina dos modos antigos da cultura islâmica e nos convida a reflexão através dos questionamentos que nos coloca com relação ao papel das mulheres na sociedade islâmica, do papel social do homem, a poligamia etc.

Wadjda é uma garota ocidentalizada no meio de uma cultura arcaica e opressora. Por isso, se mostra uma menina muito corajosa, determinada e com muita personalidade. Seu cotidiano reprime sua alegria pela vida. Sua educação lhe orienta a uma conduta submissa e totalmente voltada para as tradições. Apesar disso, ela desfila com seu tênis All Star pelos corredores de sua escola conservadora, usa camisa de rock por debaixo das vestes negras que lhe cobrem sua alma multicolor.

Driblando habilmente as proibições e pecados impostos pela sociedade, Wadjda sonha com a sua bicicleta para poder apostar corridas com o seu melhor amigo, um menino. Parece banal, mas na Arábia Saudita espera-se do comportamento de uma mocinha que ela não ande de bicicleta, muito menos que tenha qualquer convivência com o sexo oposto.

“O sonho de Wadjda” é o primeiro filme filmado inteiramente dentro da Arábia Saudita e audaciosamente dirigido por uma mulher, Haifaa al Mansour. Embora questione dogmas e costumes, com simplicidade, o filme também retrata a religião islâmica de maneira comovente, mostrando a poesia e santidade das belas palavras do alcorão.

O filme mostra que a divergência cultural deve ser complementar e não um problema para a humanidade intolerante. Provocou em mim uma aproximação e até uma certa cumplicidade com um modo de vida absolutamente estranho. 

Uma obra bela e sensível, que vale muito a pena ver, se informar,  se divertir, se emocionar.

Fernando Moreira e Carlos Nascimento
Sessões

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...