segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Sétimo





Nome Original: Séptimo
Ano: 2013
Diretor: Patxi Amezcua.
País: Argentina e Espanha
Elenco: Ricardo Darín e Belén Rueda.
Sem Prêmio.
Sétimo (2013) on IMDb



Ricardo Darín é um fenômeno. Não há outra palavra para descrevê-lo. (Quase) Todos os filmes em que o argentino atua entram em cartaz no Brasil e a grande maioria com bom público. Mesmo que por vezes ele faça corriqueiramente o mesmo papel (homem de meia idade, classe média, com dilemas pessoais), ele consegue cativar o público. Seu charme atrai as mulheres, mas não a ponto de afugentar os homens. O cara é cativante e muito bom ator. Por mais que, por vezes, faça escolhas não tão boas, o público estará lá por ele. Desde “Nove Rainhas”, de 2000, ele se tornou habitué dos cinemas cult e criou um elo com o público que não acabará. Só nesse ano ele esteve em cartaz no Brasil com 3 filmes: o interessante “O que os Homens Falam”, o novo queridinho do público “Relatos Selvagens” e “Sétimo”.


Deixe-me contar o que acontece com “Sétimo”. Um pai, advogado envolvido num grande caso, vai todos os dias até a casa da ex-mulher buscar os filhos para leva-los ao colégio. Na hora de descer, ele vai de elevador e as crianças de escada, numa brincadeira para ver quem chega primeiro ao térreo. Só que nesse dia os filhos somem na descida. Sequestrados e ele vai fazer de tudo para encontra-los são e salvos. Parece um daqueles filmes da Tela Quente feitos com o Jason Statan ou do Liam Neeson. Só que não. É um filme com Darin. E só isso o faz um filme melhor? Faz (mas não faz milagres)! A trama é simples, é um filme relativamente curto (90 minutos) e com reviravoltas comuns de filmes dessa natureza. Mas Darín é generoso com o filme, trazendo toda as atenções para ele e seu personagem. Desesperado, frágil e inconstante. Outro bom destaque é Belén Rueda, famosa por “Mar Adentro” e “O Orfanato”, que faz Delia, a mulher separada de Sebastián. Há quem saiba o que aconteceu com as crianças logo no começo do filme, mas eu prefiro ver e tentar me abstrair da tentação de descobrir o que acontecerá. É um bom passatempo, mas, só o é porque tem Ricardo Darín como protagonista

Vitor Stefano
Sessões

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...