terça-feira, 17 de junho de 2014

Imagine

Nome Original: Imagine
Ano: 2012
Diretor: Andrzej Jakimowski
País: Polônia
Elenco: Edward Hogg, Alexandra Maria Lara, Melchior Derouet


Não é só um filme mágico e belo tratando da leveza e dos desafios da cegueira. Não só conta uma bela história de um professor que não enxerga ensinando estudantes em semelhante condições como nos coloca importantes questões para pensarmos o saber humano e a educação.

A maneira como Ian lida com sua limitação visual é transgressora e genial. Sem uma bengala e nem outros recursos conseguir cruzar ruas, reconhecer pessoas, objetos, sentimentos. Sua tentativa é frustrada pelo conservadorismo do diretor da escola que tema pela integridade dos alunos.

Quando o professor adverte o aprendiz para antes abstrair antes de ouvir e andar está se referindo a uma maneira muito peculiar de aproximação dos sentidos do sujeito ao mundo e, portanto, um modo preciso de observar a constituição do conhecimento e do saber por meio da experiência.

Essa proposta nos leva a um espaço de discussão no qual temos a abstração e os sentidos mobilizados para a constituição do sujeito na vivência imediata do mundo. Remetendo para uma abordagem formativa poderíamos pensar num modo ousado e artesanal de conhecer o mundo e se auto constituir. Cegos ou não cegos numa experiência de entrega ao mundo e convicção na sua energia possível pra viver.

Belíssimo filme trazendo ainda um romance aconchegante entre o professor e a estudante Eva. Fino e encantador.

Mateus Moisés
Sessões

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...