terça-feira, 7 de julho de 2015

Blind



Nome Original: Blind
Ano: 2014
Diretora: Eskil Vogt
País: Noruega
Elenco: Ellen Dorrit Petersen, Henrik Rafaelsen, Vera Vitali e Marius Kolbenstvedt.
Prêmios: Screenwriting Award - World Cinema - Dramatic no Festival de Sundance.
Blind (2014) on IMDb



Escrever é um dom. Criar mundos, inventar personagens, ser o mestre e definir por onde cada um seguirá é quase brincar de ser o criador. Ver a realidade, transformar em conto, alterar o destino. E se eu for o personagem? E se eu criar uma amante sensual, provocadora. E se fizer isso tudo sem que você veja, mas deixe com uma pulga atrás da orelha. Você acha, mas não sabe. Mas e se eu criar um amante pra você também. Eu sei, pois eu inventei, mas meu personagem não sabe. E é possível apimentar ainda mais tudo isso? Eu escrevo o que quiser. Eu falo o que quiser. Se eu for cego, você nem sabe o que é isso. Ter visto tudo e perder o sentido. Perdi o sentido, mas não perdi a criatividade. O isolamento é claro, não vejo mais ninguém por aqui. Quando não se enxerga, vê-se pelos olhos da imaginação. “Blind” é uma viagem. É um filmaço!

Vitor Stefano
Sessões

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...